quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Mosteiro dos Jeronimos



A pedidos da amiga Lili, resolvi falar um pouquinho das minhas andanças pelo mundo.

Um dos meus lugares prediletos em Portugal é o Mosteiro dos Jeronimos, na grande Lisboa (http://www.mosteirojeronimos.pt/index_mosteiro.html).

E não é pelo simples fato do mosteiro ficar bem ao lado da fábrica dos famosos Pastéis de Belém (aliás, os doces de Portugal ainda serão tópico de um post).

A ida ao mosteiro vale a pena pela sensação de paz e prosperidade que o local propicia aos visitantes.

E foi em uma das minhas peregrinações pelos cláustros do mosteiro que li uma das frases mais sábias já ditas por um homem, um pensamento que procuro aplicar no meu dia-a-dia (vide foto):

12 comentários:

Rê :) disse...

Ai eu adoro esse trecho!Inclusive é o título do meu fotolog "nada teu exagera ou exclui"!

lindo, lindo!!!!!

bjos!!!!!!!!!

PS> concurso eu não tenho disciplina nenhuma pra estudar... sou um horror... :(

SAULO PRADO disse...

Está sim é uma frase de impacto(espiritual espero)!!!

[ rod ] ® disse...

Cheguei no teu blog para te contemplar... e vêr Fernando Pessoa e seu heteronômio tão ativo...

"Põe quanto és no mínimo que fazes..."

perfeito!.

Bjs,





Novo dogMa:
irrevogÁvel...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Dedinhos Nervosos disse...

Eu já tinha lido, é maravilhoso e tenho certeza de que fez muito mais sentido quando vc leu onde esta foto foi tirada. E faço coro com a sua amiga: andanças pelo mundo pra gente! :o)
Beijos!

Jou Jou Balangandã disse...

Re, obrigada pela visita!
Concurso realmente é algo F...., melhor deixar pra lá.
Já a OAB é um mal necessário. Não estressa, que qdo vc ver já vai ser passado (rsss, to parecendo aqueles que ficam te dando conselhos, né?sorry).

Jou Jou Balangandã disse...

Saulo, o impacto dessas palavras, em mim pelo menos, é algo gigantesco.

Nada de ficar catando os pedacinhos de mim por ai. O segredo é juntar tudo e canalizar com força em um sentido único.

Valeu a visita, li todos os seus comentários.

Bjos

Jou Jou Balangandã disse...

Rod, o cara era fera, né?

Bjos

Jou Jou Balangandã disse...

Dedinhos, obrigada por todos os comentários!

Prometo que aos poucos vou contando dos lugares por onde já andei, onde já morei e onde já quase morei (Parati ta na lista dos quase morei, vi suas fotos, LINDISSIMAS!).

Bjos

MR disse...

Que lindo post!

DANIZINHA disse...

Me deu uma vontade de ir a um lugar como esse...contemplar o calma que estes lugares nos procporcionam. E quanto ao dizer, relamente eu adorei. E eu me sinto seguindo isso como uma filosofia de vida. Eu recentemente tenho prestado mais atenção ao pensamentos de Fernando Pessoa. Tenho me surpreendido especialmente por me identificar como que ele dizia.


beijos

Analuz disse...

Belo post,Joujou!!
Sucinto, perfeito! Traduz com simplicidade a tarefa em nos assumir com virtudes e defeitos. Esquecemos nas esquinas da vida um pouquinho de nós e nem sempre nos damos conta de o “vazio existencial” decorrer de nosso próprio abandono. Apenas o resgate do “eu” permitirá que a luz de nossa existência não se apague.
Ah, Lili gostou da sugestão acolhida!rs..
bjks

Marcos Campos disse...

Super legal!