terça-feira, 27 de julho de 2010

Verdades e mentiras

Nunca fui uma pessoa muito diplomática. Já paguei caro por dizer algumas verades em momentos nos quais o silêncio seria mais apropriado. Mas acho que lá no fundo gosto de ser assim...será que estou errada??

9 comentários:

Luciano Braz disse...

Errada? Não não ... afinal existe o erro?
O que existe é algo chamdo inteligência emocional e a qual precisamos controlar para que os resulatdos de nossas atitudes atinjam o alvo porém nos trazendo as consequências (que inevitávelmente virão)de forma mais propicia e equilibrada possivel.

"As suas emoções devem trabalhar para vc e não contra vc"

IE minha querida IE!

Mas ser original e verdadeira jamais pode ser considerado errado, emboras atitudes equivocadas podem surgir.

Abraços
Luciano Braz

Dedinhos Nervosos disse...

Oie!
Menina, isso é tão complicado, né? EU vivo metendo os pés pelas mãos e acabo falando mais do que a boca. Depois de um tempo, eu consegui me policiar em alguns momentos e acho que isso foi muito bom pra mim, e para os que me cercam. Mas nem sempre isso é possível! rs
Bjos!

Vavá disse...

Putz... eu sempre me ferro por falar o que penso!
Mas pelo menos não morro com a garganta entalada, rsss
Beijousjous!!!

Cris Teles disse...

Eu sou muito assim também, mas acredito que verdades sempre devem ser ditas...não importam as circunstâncias!! Beijos

Jou Jou Balangandã disse...

Lu, realmente, em alguns momentos, eu preciso de praticar um pouco mais da IE ... valeu a dica!

Jou Jou Balangandã disse...

Dedinhos,
eu tento, tento, mas quando vejo...ja foi!
Mas vou tentando...um dia aprendo!
Bjous

Jou Jou Balangandã disse...

Va, somos dois!!!

Bjoujouss

Jou Jou Balangandã disse...

Cris, mas tudo tem o seu preço, né?!

Carmem Tristão disse...

depende muito e eu só aprendi apanhando. precisei aprender a ligar o fod*-se quando o problema não é meu ou não atinge meus queridos. fora isso, o silêncio tem sido excelente companhia.