quinta-feira, 29 de julho de 2010

Sincronicidade

Tem gente que entra na nossa vida e parece nos tirar do prumo ... a Tati Bernardes bem definiu essas pessoas:

"Na semana passada, porque talvez algumas coisas nos ultrapassem mesmo, ele beliscou com toda a força a minha cintura. E disse. Não sei. Acho que não disse nada. Ele riu à vontade, porque o tesão natural parece mesmo a coisa mais íntima do mundo. Nos conhecemos há mil anos, apesar de ser apenas a semana passada. E eu retribui unhando o seu cotovelo num belisquinho. Também sem dizer nada. E até agora não me caiu a ficha do quanto isso foi estranho. Ou caiu e eu nem pude experimentar essa estranheza, já que estou ocupada demais tentando entender porque algumas pessoas nos agradam pelo cheiro do pelo e não do perfume. São tantas obrigações entre uma sala e outra que ser bicho na copa parece férias. "

E assim, algumas pessoas entram em minha vida, tirando o sono por completo. Alguém certa vez disse que " Num deserto de almas também desertas, uma alma especial reconhece de imediato a outra". Será mesmo sempre assim? Fico aqui, perdida nesses pensamentos, mas feliz quando comprovo que a tal da sincronicidade existe mesmo...

11 comentários:

Jou Jou Balangandã disse...

E complemento o posto com outra frase que não é minha: ""Não me importa se não houver o amanhã. Me deram a vida e não a eternidade"

Vavá disse...

Querida ,

Sobre o tema sincronicidade,em 18 de agosto de 2009, você escreveu lá no Anexo Sem Nexo:

" Jou Jou Balangandã disse...

Evandro, essas coisas parecem bruxaria, mas acontecem direto comigo. São os sinais do universo, né? Alguns vêm mais fortes, outros de maneira mais discreta, mas o tempo todo estão nos mandando sinais, basta observar."

Rssss... Suas intenções são fortes? Então surpreenda-se, rss

Beijoujous.

Jou Jou Balangandã disse...

Vavá, que memória, hein?
Ainda bem que vc não é meu concorrente nos concursos! rsss

Muito obrigada pelo seu recadinho, foi um presente pra eu começar o findi com força total!!!

Bjoujousss

@philipsouza disse...

Não escolhemos as pessoas que entram em nossas vidas, mas o que elas proporcionam quando entram...nao podemos correr pq elas estapo escritas de entrar mesmo sendo para o bem ou mal....

Bjaoo

Luciana P. disse...

É difícil explicar essa sincronia de corpo e talvez de alma que existe entre as pessoas. Umas, simplesmente, nos agradam, e outras, não. Complicado explicar o que apenas pode ser sentido.
Problema mesmo é quando a sincronia se perde, se desarmoniza e nos põe confusa diante do veredito. Também não entendo, mas que existe isso, ah, isso, sem dúvida. Lindo texto da Tati! Beijos e bom início de semana, Ju.

Denise disse...

Cabe tb aquela frase: "Não acredito em bruxarias mas q elas existem existem ".

Tudo é uma questão de energia.........acredito tanto nisso...tanto

vai em frente!No minimo para comprovar se existem uai rs

afagos

Jou Jou Balangandã disse...

Philip, será que não escolhemos mesmo?
Eu acho que todos que entram em nossa vida são por reflexo de nossas atitudes e necessidades ...

Obrigada pela visita e pelo comentário.

Beijous

Jou Jou Balangandã disse...

Lu, falou e disse: complicado explicar aquilo que só se sente. Complicado mesmo!

Bjous

Jou Jou Balangandã disse...

Dê, está cada vez mais comprovado que existem, rsss

Bjous

Luana P. disse...

Essa sincronicidade existe sim! Sou a prova disso. Rs*
Conheci o amor da minha vida qdo ia pro trabalho,na barca que cruza de Niterói para o RJ.
Qdo a gente percebe essa sintonia, coisas boas sempre acontecem.

Beijos, menina!
Tá lindão aqui.

.Luana.

Luana P. disse...

Essa sincronicidade existe sim! Sou a prova disso. Rs*
Conheci o amor da minha vida qdo ia pro trabalho,na barca que cruza de Niterói para o RJ.
Qdo a gente percebe essa sintonia, coisas boas sempre acontecem.

Beijos, menina!
Tá lindão aqui.

.Luana.