segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Alma de advogada

Aproveitando que ainda sou advogada, segue a piadinha:

Quando Daniel, um belo, promissor e jovem advogado, descobriu que herdaria brevemente a fortuna de seu pai acamado, decidiu que precisava de uma mulher para virar sua grande companheira.


Assim, numa noite, ele foi para o barzinho da OAB, onde encontrou a advogada mais bonita que já tinha visto. Sua beleza natural tirava-lhe o fôlego.


- Eu posso parecer um advogado comum - disse ele, enquanto se aproximava da musa - mas, em cerca de um mês ou dois, meu pai morrerá e eu herdarei 20 milhões de dólares.


Impressionada, a mulher foi para casa com ele naquela noite e, três dias depois, tornou-se sua madrasta.


5 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

kkkkkkkkkkkkkkk muito boa.
Beijos

Luciana P. disse...

Muito boa a piada... Jou-Jou, eu coloquei o teu link no meu blog, mas só agora percebi que não estou te seguindo... Menina, isso é imperdoável. por isso não tenho recebido as suas atualizações. Mas, vou fazer isso já.


Beijinhos

Sandra Botelho disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...
Ela só quis dar alguns dias de felicidade ao pobre moribundo...Fez caridade.
Bjos e tenha dias de paz.

Carmem Tristão disse...

hahahahahaha mulher + profissão advogada é uma misura bombástica! rsrsrs

Vavá disse...

Jou,
Adorei a história... caso verídico? rss
Porque você não começa um marcador no seu blog com histórias e piadas de advogados, fica a sugestão... beijoujous