terça-feira, 13 de abril de 2010

Fechando a porta

Ontem foi dia de fazer meu mapa astral. Hoje tirei o dia para reescutar a minha consulta e refletir sobre tudo que foi dito, e aproveitei para peneirar tudo o que realmente quero para a minha vida. Que vem ai mudança não é novidade. Estou colhendo algo plantado há alguns anos, e semeado quase que diariamente. A novidade está no que fica, e no que vai comigo, e principalmente dentro de mim. É fato que gostei muito de uma pessoa. Que fiz o possível para estarmos e continuarmos juntos, também é verdade. Mas não deu. A mão dupla não funcionou. Da minha parte, não sei se foi amor, paixão, um simples gostar ou uma carência imensa. Ele não entrou de vez, mas manteve o pé na porta, meio que bloqueando a minha saída. Só que decidi não levar comigo uma porta entreaberta. A canceriana voltou, sozinha, para a sua concha. Pelo menos até achar alguém disposto a também fazer concessões. Não sei se quero me casar e ter filhos, mas sei que busco alguém disposto a, de alguma forma, dividir a sua vida com a minha, com tempo e energia para investir em um relacionamento. Alguém que goste de fazer e receber surpresas. Que ligue para dar um "oi" e dizer que está com saudades. Que planeje momentos junto comigo. Fecho uma porta que você teimou em deixar entreaberta, e sigo em frente. Feliz.

"Chegar ao centro, sem partir-se em mil fragmentos pelo caminho. Completo, total. Sem deixar pedaço algum para trás."
C.F.A.

17 comentários:

Dogman disse...

"Oi", Ju!

Não sei se cheguei a comentar, mas "Concessão" é o meu nome do meio.

Teu texto me lembrou o refrão de uma música do disco novo do Arnaldo Antunes:

Meu coração
Bate sem saber
Que meu peito é uma porta
Que ninguém vai atender.

Maria Carol disse...

Nossa como fico feliz em ler isso. Torço muito pra que essa decisão dure o tempo suficiente pra achar essa pessoa que realmente vai te fazer feliz como merece.
Orgulhosa mais uma vez de vc amiga!

Jou Jou Balangandã disse...

"Oi" Alê!
Tô aqui escutando a musica. Obrigada pela lembrança e pela visita.

Bjous

Jou Jou Balangandã disse...

Carol, sabia que vc mais que ninguém torcia por isso.
Obrigada!

Bjous

Denise disse...

è preciso encerrar ciclos ,para "renascer em vontades.

Fico muito contente que esteja ai.......viva,disposta e sabendo o que deseja.

afagos de torcedora

Jou Jou Balangandã disse...

Dê, obrigada pela visitinha, e pela torcida. Carinhosa como sempre!

Bjous

Dedinhos Nervosos disse...

Menina, quando a pessoa quer sair, mesmo depois de eu mostrar meu interesse em querer que ela fique, costumo despejar por completo. Fechar a porta no dedão. Corto todos os contatos. Se for para voltar depois, que volte, mas emperrar o caminho atrapalha a nossa vida, né? Boa sorte e felicidades!
Beijos!

Jou Jou Balangandã disse...

Dedinhos, te admiro ... um dia chego lá!

Dedinhos Nervosos disse...

Olha, não é pq sou corajosa, nem phoda, não, tá? rsrs É que eu não aguento manter uma coisa pela metade. Sofro muito com um talvez, quem sabe, quando vem de alguém que já tive. Só por causa disso rs

Jou Jou Balangandã disse...

Dedinhos, não se preocupe, vc não foi mal entendida. Eu luto algumas vezes contra o meu comodismo, mesmo que a coisa não esteja lá grandes coisas. Sei que é muito mais feliz quem não mantém as coisas pela metade ... mas é como diz um sábio ditado italiano: Tra il dire e il fare, c´è di mezzo il mare!

Bjous

Luciana P. disse...

Jou Jou, que bom que tenha gostado da postagem. pena que não participou. quem sabe na próxima, não é?
Quanto ao seu post, concordo contigo. Acho que a vida é pra ser vivida, com todas as delícias que ela nos proporciona e quando algo nos incomoda, temos mesmo que nos afastar.

Beijos pra ti e desculpe o sumiço. prometo me interar das suas postagens em breve.

Daniel disse...

Gostei do desabafo da renovação. É legal quando temos forças pra seguir adiante mesmo sem aqueles que gostaríamos de levar junto. Isso é maturidade.
Parabéns.

Estamos agora conectados ao twitter também.

Sempre que tiver um show da minha banda (DESUIT) vou avisar pelo meu twitter e o da minha banda www.twitter.com/BandaDESUIT

Beijos

Jortas disse...

Nunca deixe uma porta fechar-se.
Se tal acontecer procure janelas, elas permitem saltos mais altos.

Jou Jou Balangandã disse...

Lu, é sempre muitooo bom te ver por aqui, mas entendo que todos nós temos períodos de muita correria, então sua ausência, apesar de sentida, é mais que justificada, ok?

Obrigada por passar em vários posts, e sempre que tiver um tempinho, vc é super bem vinda!

Bjous

Jou Jou Balangandã disse...

Dani, ver a Desuti tocar será um prazer.

Mais um bom motivo para me mudar logo pra SP!

Jou Jou Balangandã disse...

Jortas,
em algumas situações é necessário fechar bem todas as portas e janelas. Como bem disse o Daniel, é sinal de maturidade.

Bjous

Anônimo disse...

Por que nao:)