sexta-feira, 5 de março de 2010

Ahh...

Por favor, não me analise
Não fique procurando cada ponto fraco meu.
Se ninguém resiste a uma análise profunda,
Quanto mais eu...

Ciumento, exigente, inseguro, carente
Todo cheio de marcas que a vida deixou
Vejo em cada grito de exigência
Um pedido de carência, um pedido de amor.

Amor é síntese
É uma integração de dados
Não há que tirar nem pôr
Não me corte em fatias
Ninguém consegue abraçar um pedaço
Me envolva todo em seus braços
E eu serei o perfeito amor.
Mário Quintana

E como bem complementou o meu amigo Vavá,
se utilizando de um sábio proverbo chinês:
" e me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso!"


Um ótimo final de semana a todos!!!

7 comentários:

Vavá disse...

E completaria...
" e me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso!"
Beijousjous

Wanderley Elian Lima disse...

Difícil comentar Quintana, mas quando se ama , ama-se por inteiro, com defeitos e qualidades.
bfs
Beijos

Jou Jou Balangandã disse...

Wanderley, o Quintana realmente é foda, meio que suficiente. Talvez por isso tenha gostado tanto do complemento do Vavá.

Um ótimo final de semana pra vc tb!!

Bjous

Jou Jou Balangandã disse...

Vavá, gostei tanto do comentário que foi pro post. Obrigada!!!

Bjoujouss

Vavá disse...

Rssss, que lisonja ! Mas ressalto que a frase não é minha, pois não quero pagar royalts prá ninguém!
Beijouuuussss

Denise disse...

Afagos afaguentos pra você querida moça normal que se faz linda justamente por conta dessa "normalidade" em ser.
(e pensar que ha quem não seja não é?)

afagos

Rafael Castellar das Neves disse...

Ótima proposta, Jou jou!!